26 de julho de 2016

Post 2 da série masoquista que apresenta neste blog as últimas coleções dos meus libaneses preferidos dos últimos tempos. Hoje estrelando a coleção Resort do Zuhair Murad.

Spoiler pro coração aguentar a marimba: estampas lindas, T-shirts, rendas, recortes, brilhos e aquela tombação que a gente já conhece.

Para ver o post anterior sobre a coleção Resort do Saab, clica aqui.

001
Estampa tropicalíssima em fundo preto? Desejamos. Mix de tecidos e texturas mais ainda.

002

Delicadeza princesística e macacão ryco que tem tudo a ver com nossas férias em St Barths. – novo apelido do Guarujá.

003

Cor de sorvete e rendinhas fofas plus vestido de algodão doce vaporoso maravilhoso. Sim, é pós-almoço e tô com vontade de um doce agora, vocês não?

004

E se não tiver preto, não está trevoso o suficiente. 2 vestidos pra balada do fim de semana + 2 vestidos pra formatura das amigue. Divide em 3 no crédito.

E aí, quem ganhou na incrível disputa das coleções Resort? Elie ou Zuhair?

Fotos: Vogue.com

22 de julho de 2016

Plena sexta-feira, fim de semana dando as caras e este blog masoquista vem sofrer de amores por uns looks maravilhosos, sim ou com certeza?

Eu sei que estou ficando repetitiva, mas não aguento. Preciso falar dos desfiles de Elie Saab e Zuhair Murad. Tanto das coleções Resort como as Couture. E pelo que eu andei vendo, isso vai dar assunto pra uma série de posts.

Começando hoje pela coleção Resort 2017 do Elie Saab. Ah, pra quem está boiando um pouco, acho que vale explicar rapidinho: as coleções Resort são aquelas “pré-coleções” apresentadas pelos designers no período de maio a julho e englobam peças que vão desde moda praia, passando por looks casuais até alguns vestidos de festa – que não chegam a ser Couture – aquela coleção alta costura repleta de vestidos luxuosos que fazem a gente delirar.

Dito isto, vou ali pegar minha bebida e sofrer por roupas que, infelizmente, nunca tocarão este corpo.

Confesso que teria dificuldade em usar esse comprimento ingrato do primeiro (dificuldade em usar um Saab? Calaboca, fia) mas olha a estampa que coisa de outro mundo. O segundo tem uma cor que é de chorar de tão linda.

Lilás-lavanda para as boas moças com jaqueta esportiva de renda e quem imaginou que desejaríamos um dia um vestido cor de mostarda de procedência duvidosa?

Pá na nossa cara esses bordados do top e essa fenda do poder plus macacão maravilhoso preto e branco com capa da riqueza.

Uma tendinite sem precedentes acusa o trabalho desses bordados a mão. Obras de arte em forma de vestidos e jaquetas pra gente enquadrar e pendurar na sala.

E esses foram somente alguns looks que selecionei para postar aqui, mas a coleção inteira está uma coisa de linda. Vale dar uma pesquisada ;)

Fotos: Vogue.com

3 de julho de 2015

– ALERTA DE POST COM MUITA FOTO –

Gente, não estou sabendo lidar com a coleção Resort 2016 do Zuhair Murad!

Há uns posts comentei que ele estava quase roubando o posto de “meu estilista preferido” do Elie Saab e depois desta coleção, prevejo um empate técnico.

Eu não sabia que gostava tanto de pink até hoje. Que cartela de cores maravilhosa! Que magnífico trabalho em bordado! Que indecisão entre curtos, longos e macaquinhos! Que infortúnio não poder comprar nenhuma peça!

Selecionei os modelos que mais amei e foi difícil demais porque a coleção toda é apaixonante. E ainda coloquei um coraçãozinho pink maroto ao lado daqueles que eu queria pra ontem <3

zm2

zm3

zm4

zm5

zm6

zm7

zm8

zm9

zm10

zm1

É ou não pra morrer de amores?

Página 1 de 11