8 de maio de 2017

Hoje é segunda e a gente quer começar a semana criando polêmica porque sim.

Tendências – de moda ou não – são sempre cíclicas e em um ponto da curva, rola aquela saturação absurda. Um exemplo é quando os croppeds eram hit e estava difícil achar uma brusinha que cobrisse o umbigo, ou mais recentemente, quando nenhuma loja neste mundo de meu Deus tinha o Adidas Superstar em estoque (BLOGAYRAS, o que vocês fizeram?).
 

Para algumas pessoas, essa saturação acontece antes, outras toleram mais…. e isso depende muito do contexto social em que estamos inseridos, do local e principalmente dos nossos gostos pessoais. Por isso lanço agora duas enquetes sobre as mais recentes tendências que surgiram:
 

Choker vem perdendo a força mas semana ou outra dá um respiro, surgindo repaginada em versões diferentes. Veludo ainda veremos muito por aqui já que o inverno nem começou. A meia arrastão aparecendo é minha aposta pra sumir logo menos (minha aposta e meu desejo, aliás. RYSOS). Manga boca de sino não é prática mas tem uma aderência interessante. Ombros de fora apareceram muito no verão, devem sumir um pouco no inverno mas acredito que continuam firmes. A jaqueta oversized está em alta lá fora e começando a aparecer por aqui. Transparências já aparecem bastante por estas bandas, mas estou curiosa pra ver as versões de inverno porque né, como não passar frio? E o sereismo também deu as caras no verão, as marcas aproveitaram, mas prevejo (alô, mãe Dinah) uma quedinha em breve também.
 

E pra finalizar, na sua opinião, qual devia ser a próxima grande tendência? Menos textão nas redes sociais e mais ação na vida real? Desligamento do ar-condicionado da empresa do inverno? Me conta!
 

5 de maio de 2017

Ontem eu terminei o ciclo Friendzístico pela 789ª vez e resolvi fazer aqui um compilado com meus episódios preferidos da minha séria preferida de todos os tempos. O ciclo Friendzístico consiste em assistir todos os episódios a partir da primeira temporada até a última e é algo que acontece a cada 365 dias ou o dobro disso. Esta é mais uma das inúmeras vantagens em ter memória de bosta. Dou risada como se estivesse assistindo pela primeira vez. Se você não gosta de FRIENDScetaloko meu? – peço as mais sinceras desculpas e recomendo que você pule para o próximo post.
 
ps. já aviso de antemão que as duas primeiras temporadas são as que menos gosto e consequentemente não listei nenhum episódio delas. E descobri que a décima é minha preferida e foi muito difícil listar apenas 3 dela.

ps. 2 a lista não segue uma ordem. Já foi difícil o suficiente escolher apenas 10 episódios, não dá pra fazer outra seleção dentro disso.

Aquele do Futebol Americano (3ª temporada)

Eu nem gosto de Futebol Americano mas sempre adorei os episódios centrados totalmente nos 6 em uma situação diferente, fora do Central Perk ou do apê da Monica. O rolo do Joey e Chandler com a holandesa acho meio mala, mas amo só pela Phoebe jogando e a disputa do troféu de Troll entre a Monica e o Ross.

Aquele com todos os dias de Ação de Graças (5ª temporada)

Os episódios de Ação de Graças são sempre muito bons e esse da 5ª temporada é meu preferido. É nele que rola aquele super flashback em que conhecemos a Rachel antes da cirurgia do nariz, a Monica gordinha (amo!) e o Chandler e o Ross bem gatíssimo, RISOS. Também entendemos porque o Chandler odeia essa data. MORE TURKEY MR. CHANDLER?

Aquele com os dentes do Ross (6ª temporada)

A maioria dos episódios centrados no Ross são muito bons. Ele é muito zoado, tudo acontece com ele, SOCORRO. Nesse episódio ele faz aquele clareamento nos dentes UM POUCO exagerado. Virou referência pra minha vida quando vejo alguém com um sorriso parecido, já lembro na hora.

Aquele que poderia ter sido (6ª temporada)

E se o Ross não tivesse divorciado da Carol? E se a Phoebe trabalhasse em um banco? E se Joey e Rachel tivessem ficado (SPOILER: NOT GOOD). É muito legal ver um outro lado da história e faz a gente ter mais certeza que o jeito que tudo aconteceu foi muito melhor.

Aquele com o Tatu Natalino (7ª temporada)

Pra mim, FRIENDS começa a ficar ainda melhor a partir dessa temporada. E eu sou loka por episódios de fim de ano. O clima de natal em NY é demais e a série mostra um mundo de clichês. O Ross tentando ensinar sobre Hanukkah pro Ben, vestido de Tatu Natalino (ou Weird Turtle Man, como diria o Chandler) é impagável.

Aquele da Festa de Halloween (8ª temporada)

Esse episódio me ganhou só pela escolha da fantasia do Joey. SPOILER: não tem spoiler nada, vai assistir. A queda de braço entre Chandler e Ross é demais também. No especial que mostra os erros de gravação, deu pra ver como foi difícil eles conseguirem ficar sérios ali.

Aquele com o Jantar de aniversário de Phoebe (9ª temporada)

Phoebe é muito <3 (segunda personagem preferida, o primeiro é Chandler, of course). Ela surtando no jantar porque todo mundo chega atrasado… dou risada só de lembrar. E as histórias paralelas que vão acontecendo com cada um também são demais.

Aquele com o bronzeado de Ross (10ª temporada)

One Mississipi, two Mississipi… quase morri quando aparece o Ross com o resultado do bronzeamento artificial que deu errado. A melhor parte são as piadas do Chandler (pra variar). AGAIN, o Ross é muito cagado, coitado.

Aquele com o casamento de Phoebe (10ª temporada)

Choro nesse episódio porque além da Phoebe estar casando (MY EYES, A PHOEBE!) a gente se dá conta que a série está chegando no fim. A parte inicial com o jantar de ensaio é muito engraçada: ela surtando com a Monica (paixão pela phoebe surtada, a Lisa Kudrow é muito boa), o Mike sendo engraçadinho, a Monica sendo chatíssima (me identifico)… e no fim, o casamento mais lindo da série <3

Aquele em que Joey fala francês (10ª temporada)

SEM OR. Como eu ri quando vi esse episódio a primeira vez. E como continuo rindo até hoje. Às vezes a gente esquece como o Joey é imbecil e eu tinha bronca dele antes por isso, achava o personagem forçado demais…não é possível alguém tão tapado assim. Mas hoje eu compreendo a licença poética e adoro o Joey, ainda mais tentando falar francês!
  
Ufa, que lista difícil! Deixei vários episódios que amo de fora: quando Chandler pede Monica em casamento, Ross e Rachel casando em Vegas, a despedida da Rachel… AAAH!
Quem aí é fã de FRIENDS também? Recomendam outro episódio? Não concordam com a lista? Me contem!

30 de abril de 2017

Dei aquela sumida básica, mas para a tristeza de muitos e alegria de poucos, voltei! E com essa tag nova – 12 LOOKS – em que escolho uma musa (ou muso, quem sabe) inspiradora, linda, dona de LUKS maravilhosos que fazem a gente suspirar de emoção.

Eee pra inaugurar a tag, trago aqui ao meu lado, ninguém menos que Blake Lively, aquele ser único e poderoso que tem um Deadpool pra chamar de seu. Ela arrasa no estilo, no marido, erra pouquíssimo e na maioria das vezes, suas escolhas pro Red Carpet são as minhas preferidas, muito sintonizadas, inclusive poderíamos ser bff.

 

Já confesso aqui que nunca nesta vida vi sequer um episódio de Gossip Girl, afinal já passei dois 14 anos faz tempo – BRINKS gente, eu assisto coisa pior, nada contra GG, inclusive tenho amigas que são. E sinceramente, faço a Glória Pires e não sei opinar sobre o talento dela como atriz, MAS QUEM TÁ AQUI pra falar de profissão? A gente quer falar de moda né mesmo? E Blake é quase unanimidade nesse quesito.

Mais um Blake que você respeita

Começando com dois lukis basicats, porém não menos desejáveis por isso. Jaqueta bomber e anabela, quem diria? Eu não diria. E esse tênis que ela tá usando na segunda foto?

Uma das coisas que mais gosto nos looks da Blake é o high-low que ela usa como ninguém. Quem um dia pensou em combinar a jaqueta de moletom da academia com um vestido branco de plumas e scarpin prata? (btw, esse look é Michael Kors). Ou jaqueta varsity com – de novo – plumas. Ousado, mas acho que os tons suaves ajudam, eu arriscaria.

Plena em Nova Iorque (credo, odeio a grafia de NY aportuguesada) de Elie Saab. Juntou Blake e Saab, meu coração dá pico de 140 em repouso, tô mal. E ao lado, de Michael Kors no desfile do próprio em 2014. Eu lembro que lá em 2014 quando vi essa foto pela primeira vez já amei essa roupa e agora tô amando mais.

Em 2013 em um evento da L’oreal com aquele sorriso no rosto de quem nunca vai precisar ficar tirando a uva passa do arroz, usando esse vestido lindíssimo, elegantíssimo e branquíssimo. E em outro evento da L’oreal no início deste ano percebemos que o bom gosto segue firme. O evento era de Dia dos Namorados e esse vestido de corações da SemSem é só amor. Combinado com esse scarpin de spikes Louboutin, socorro.

Bora pros looks Red Carpet. Os dois em tons nude, os dois bordados, os dois tombantes. O da esquerda no Festival de Cannes em 2016 e o da direita no Met em 2014. Amo quase igualmente ambos, mas se tivesse que votar, iria no da direita.

E claro que os dois melhores ficam pro final. Ambos em Cannes, ambos em 2014, ambos Gucci. Esse vermelho é meu preferido de todos da vida. Olha essa cor, esse caimento, essa fenda, ESSA MULHER. Amei o penteado também (não dá pra ver direito nessa foto mas é uma trança). E o preto e branco, minha nossa senhora da elegância, essa mulher é um combo de bom gosto, deslumbre e beleza.

 

O que vocês acham do estilo da Blake? Amam ou apenas curtem? Acham que estou exagerando ou ela poderia mais? Contem nos comentários!

Página 3 de 17« Primeira...34...10...Última »