Todos os posts sobre Moda & Beleza
26 de junho de 2017

Dando um tempo nos libaneses, pegando o avião e indo direto pra NY, aterrissamos direto na coleção Resort 2018 da Marchesa.

A dupla Georgina Chapman e Keren Creig, mais uma vez traz vestidos maravilhosos que poderiam vestir qualquer uma das princesas Disney, qualquer estrela do Oscar, qualquer uma de nós, mortais.

#táteno
Aplicações florais, milhares de camadas de tules, rendas e babados pra romântica nenhuma botar defeito, cores fantásticas (alô, é do Líbano?), franjas, bordados e muito maravilhosidade, EU TO NO CHÃO.

A partir daqui, vocês já sabem né? Aquela conferência necessária dos melhores looks!

 

Provavelmente esse primeiro é meu preferido. Digo “provavelmente” porque escolher o mais lindo é uma decisão tão difícil quanto Carminha X Paola Bracho (#brinks, Paola é soberana). Esse segundo tem o combo do amor: decote ombro a ombro, laço, modelo sereia, cor tombante.

 

Barbie O encanto das Fadas versão 2018 passando pela sua timeline. É Fada Bela feelings? É. Tem flor pra 300 hectares de jardim? Sim. Queremos um de cada? AGORA. Fico imaginando quem vai de convidada em um casamento com esse vestido. Se eu sou a noiva, expulso à vassouradas.

 

Não sei se é cinza, azul, grafite ou uma mistura de tudo isso, só sei que eu amei. Quando eu acho que renda já deu no saco, aparecem essas coisas na minha frente e eu mudo de ideia rapidinho.

 

Não curto rosinha, nem muito tule e muito menos aplicações de flores no decote, mas AMEI o primeiro vestido. Fica aí mais um dos mistérios da humanidade. E PELOAMORDEDEUS, o que é esse segundo vestido?

 

Apesar do comprimento ingrato desse primeiro, amei a parte superior: cor, bordado e babado. E cá temos um pretinho singelo para agradar todo mundo. Achei bem maravilhoso também.

 

Cetim também não está entre meu TOP5 de tecidos preferidos, mas concordam que esse merecia estar aqui? Eu tô tendo um deja vú e a Rihanna já usou esse roxo? Se não usou, deveria! Se ela não quiser, eu uso!

 

Fotos: Vogue.com

8 de junho de 2017

Postar hoje não era parte do meu planejamento, mas Elie Saab tem o poder de bagunçar nossa vida, nossa mente, nosso coração, nosso blog. Então hoje virou dia de post pra mostrar a coleção Resort 2018 do libanês mais talentoso que já pisou neste planeta.

Para esta coleção, Saab elegeu o mar como ponto de partida. Temos tudo aquilo que já estamos acostumadas (porém sempre deslumbradas) a ver: bordados multicor aplicados a vestidos de tule, brilhos, pedrarias e cores fantásticas, com plus para o coral e verde água que trazem a temática oceânica. #arielchora . Vibes esportiva com bombers de tule e os acessórios são um deleite à parte: óculos espelhados, brincos gigas e meias-calças com aplicações de cristais que despertaram um lado perua que eu nem sabia que tinha.

Como já é de praxe neste blog, separei meus lokos preferidos:

Começando ousada com vestido de couro laranja + sapato e clutch coordenados. O segundo look é muito desejo e me vejo usando hoje, amanhã e sempre.

O verde-água que falamos aparece em longos delicados cara de madrinha de casamento mais maravilhosa da festa. O segundo é tão delicado e com uma combinação de cores tão diferente que ganhou meu coração.

Estou exagerando ou os bordados desse homem são os mais perfeitos do universo? E na segunda foto, apesar do styling ~cagado~ com essa chinela, fecha os olhos realiza um saltão preto com qualquer um desses vestidos.

Coral delicadíssimo em babados, tules, bordados e brilhos. Usaria o segundo no meu próximo aniversário e o terceiro no próximo Oscar.

Se tem pouco bordado incrível, tome mais estes vestidos com cores e modelagem impecáveis. Acho que vou sonhar com essa jaqueta de couro da segunda foto até a volta das Spice Girls.

Galeria completa a seguir com fotos gigas e maravilhosas! Vai passando pro lado e segurando o queixo:

 

E vocês, já cansaram de ver o Saab por aqui, ou – como eu – já cansaram de ver o Saab SÓ por aqui e querem ver ao vivo no armário do quarto?

Fotos: Vogue.com

8 de maio de 2017

Hoje é segunda e a gente quer começar a semana criando polêmica porque sim.

Tendências – de moda ou não – são sempre cíclicas e em um ponto da curva, rola aquela saturação absurda. Um exemplo é quando os croppeds eram hit e estava difícil achar uma brusinha que cobrisse o umbigo, ou mais recentemente, quando nenhuma loja neste mundo de meu Deus tinha o Adidas Superstar em estoque (BLOGAYRAS, o que vocês fizeram?).
 

Para algumas pessoas, essa saturação acontece antes, outras toleram mais…. e isso depende muito do contexto social em que estamos inseridos, do local e principalmente dos nossos gostos pessoais. Por isso lanço agora duas enquetes sobre as mais recentes tendências que surgiram:
 

Choker vem perdendo a força mas semana ou outra dá um respiro, surgindo repaginada em versões diferentes. Veludo ainda veremos muito por aqui já que o inverno nem começou. A meia arrastão aparecendo é minha aposta pra sumir logo menos (minha aposta e meu desejo, aliás. RYSOS). Manga boca de sino não é prática mas tem uma aderência interessante. Ombros de fora apareceram muito no verão, devem sumir um pouco no inverno mas acredito que continuam firmes. A jaqueta oversized está em alta lá fora e começando a aparecer por aqui. Transparências já aparecem bastante por estas bandas, mas estou curiosa pra ver as versões de inverno porque né, como não passar frio? E o sereismo também deu as caras no verão, as marcas aproveitaram, mas prevejo (alô, mãe Dinah) uma quedinha em breve também.
 

E pra finalizar, na sua opinião, qual devia ser a próxima grande tendência? Menos textão nas redes sociais e mais ação na vida real? Desligamento do ar-condicionado da empresa do inverno? Me conta!
 

Página 1 de 612...Última »